FUTEBOL

Brasileiro destaque do Boston City fala sobre sua trajetória e adaptação na equipe americana: “Espero conquistar meu espaço”


Natural de Manhuaçu, interior de Minas Gerais, Leonardo de Carvalho despertou o interesse de clubes quando atuava na escolinha de futebol, logo foi contratado pelo Flamengo e atualmente é meio-campista do Boston City (EUA). Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o jogador contou sobre o inicio da carreira e destacou momentos positivos em sua trajetória.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

A maioria dos jogadores percorrem um longo caminho até a concretização do sonho e a de Leonardo de Carvalho, 23 anos, não foi diferente. Com passagens pelas categorias de base por diversos clube como: Flamengo, Botafogo, Fluminense, Vila Nova-MG, Guarani-SP, Duque de Caxias-RJ, entre outros. Foi o convite para atuar no Rubro-Negro carioca que virou sua vida do avesso e deu o pontapé inicial em uma trajetória de sucesso.

O jogador contou como foi complicado convencer seus pais para na mudança para o Rio de Janeiro, mas no fim ressaltou que o sua persistência foi um dos fatores importantes para convencê-los.

“Fiquei muito animado. Foram 6 meses implorando para os meus pais me mudar para o Rio. Foi difícil no começo porque os meus pais são do interior e a fama era que o Rio de Janeiro era muito violento. Com muita insistência e o sonho de ser jogador era tão grande, que meus pais deixaram eu ir morar com parentes na Cidade Maravilhosa”.

Ainda sobre sua passagem na capital carioca, Leonardo destacou a importância desse capitulo em sua vida profissional.

“Foi no Rio de Janeiro onde comecei a entender mais sobre o futebol de alto nível, meus treinos começaram a ser mais fortes, e pude aprender o futebol de uma maneira mais profissional. Principalmente dentro de campo,é um nível extremamente alto”.

Grande parte do início de sua carreira profissional foi trilhado em categorias de base no Brasil, durante entrevista a tragédia do Ninho do Urubu foi relembrada, o meio-campista falou do momento em que recebeu a notícia do ocorrido.

“Quando soube da notícia fiquei surpreso e muito triste pelo acontecimento. Me imaginei por algumas vezes no lugar dos atletas , pois por toda minha trajetória nas categorias de base morei nas concentrações dos clubes, realmente é um fato para refletimos sobre nossas vidas e colocar em orações estas vidas e as vidas de seus familiares!”

Após sua estreia como profissional pelo Lemense-SP, acabou por chamar a atenção do Boston City (EUA) e foi contratado pelo clube norte-americano para disputar a National Premier Soccer League (NPSL) e a US Open Cup. O jogador relembrou a importância de ser comandado por Palhinha.

“Foi a primeira vez que fui para outro país. Nunca imaginava isso. Está sendo uma experiência incrível. Poder treinar com o Palhinha, que era o nosso treinador aqui e foi um grande atleta no passado, foi uma grande experiência e eu aprendi muito”.

Atuar fora do país é uma tarefa muito complexa, já que os jogadores se privam da convivência diária dos familiares, dos amigos. O meio-campista explicou como foi sua adaptação nos Estados Unidos e confessou que quando bate a saudade vai para o fogão.

“Acredito que minha maior dificuldade foi o idioma, e o clima é muito diferente, é extremamente frio no inverno ,no entanto , nos meus treinamentos sempre teve tradutor onde facilitou a minha comunicação no clube, enquanto a família e amigos já estava acostumado com a distância por que não viajava com frequência pra Minas. Como eu Disse, o que mais foi complicado foi o inglês , e nunca vi um frio como esse e muita neve! Foi difícil de se acostumar. Enquanto a comida , sempre que posso eu cozinho comidas brasileiras , então não me sinto muito longe de casa nesse aspecto.Enfim, hoje já estou mais adaptado a com a cultura americana”.

O Boston City vem desenhando uma boa campanha mesmo com oscilações, Leonardo tem expectativas com relação a temporada 2019 da equipe, o foco é chegar ao troféu de campeão.

“O ano começou bem, e tenho atuado no sub 23.espero conquistar meu espaço cada vez mais.Estou pronto para ajudar o Boston City , e conquistar os títulos desse ano”.

Questionado sobre como é a sua relação com a comissão técnica, com os companheiros de equipe e com a torcida do clube americano.

“A comissão técnica mudou para este ano. Estive em campo três jogos da BSSL com o time sub 23. E o técnico César tem absorvido o meu melhor dentro de campo. Minha relação com ele é boa e tenho aprendido bastante , é um excelente profissional,da mesma forma com meus companheiros de equipe.é um time forte e vem fazendo grande jogos. A torcida cresce cada vez mais e tem nos apoiado todos os jogos desde da minha estreia no clube”.

Leonardo de Carvalho declarou como se vê profissionalmente no futuro e afirmou que ser convocado para seleção brasileira depende muito do seu empenho.

“É difícil falar sobre o futuro, espero poder estar no auge da carreira com 27 anos.O futuro depende do que estou fazendo hoje, e hoje estou feliz no Boston buscando me doar o máximo. A seleção é uma possibilidade. São muitos fatores para uma convocação, e o principal delas é ir bem nos jogos, fazer com que a equipe ganhe, e isso que tenho procurado fazer.

LEIA MAIS:

Entenda por que seleção olímpica não tem “prestígio” com clubes no Brasil



Source link

Mais Lidos

To Top