Alexandre de Moraes

Corregedor do MP decide apurar vazamento

Rodrigo Maia quer o apoio da família Gomes


O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel, decidiu abrir uma apuração sobre o vazamento de documento de Marcelo Odebrecht.

É o documento em que o empreiteiro afirma que “o amigo do amigo do meu pai” se refere a Dias Toffoli –objeto da reportagem da Crusoé censurada por ordem de Alexandre de Moraes.

A decisão de Rochadel atende a pedido de Luiz Fernando Bandeira de Mello, representante do Senado no Conselho Nacional do Ministério Público.

Bandeira de Mello alegou que, se houver responsabilidade de membro ou servidor do MP na divulgação do documento sobre Toffoli, “é indispensável a apuração e adoção das medidas disciplinares cabíveis”.

NOVO ANTAGONISTA: Vamos transformar a sua maneira de acompanhar o noticiário político. Saiba mais



Source link

Mais Lidos

To Top