BRASIL

Fusão de pastas na Economia reduz despesa, diz AGU

Rodrigo Maia quer o apoio da família Gomes

A Advocacia Geral da União contestou ação do PDT no Supremo que busca recriar o Ministério do Trabalho como uma pasta autônoma.

Além de argumentar que as atribuições serão mantidas no novo Ministério da Economia, o órgão informou que a fusão do Trabalho com Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio reduzirá cargos e despesas.

“Permitirá o corte de 3.028 cargos em comissão e funções de confiança; uma redução de cerca de 30% do número existente antes da medida provisória [que reestruturou os ministérios]. Isso permitirá a economia de, em média, R$ 30 milhões aos cofres públicos por ano”.

Mas nada disso deve importar para o PDT, que quer a volta do Trabalho para salvar sindicatos falidos sem a supervisão de Paulo Guedes.

O governo Bolsonaro completou seu primeiro mês e já existem alguns conflitos internos no Planalto. Veja aqui!
O Blog contrapontobr.com nasceu de duas necessidades: fortalecer o discurso de direita e ser uma alternativa ao jornalismo ideologizado da grande mídia .
Ficamos lisonjeados com o retorno que temos tido, mas precisamos de sua ajuda. Contribua e nos ajude a manter o site no ar. Clique aqui

Source link

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Mais Lidos

To Top