felipão

Maikon Leite culpa Oswaldo de Oliveira pelo seu fracasso no Palmeiras: “Disse que ia me utilizar”


Maikon Leite esteve no Palmeiras pela segunda vez em 2015, mas não teve oportunidade de mostrar seu trabalho, como haviam prometido. Segundo o jogador, ele voltou ao Verdão a pedido do treinador Oswaldo de Oliveira quando defendia o Atlas, do México, mas acabou não tendo o espaço no time e vê o técnico como também responsável pelo insucesso no clube.

“Na época eu tinha vontade de permanecer [no Atlas], só que os clubes não entraram em acordo. O impasse foi com o Palmeiras, e o treinador Oswaldo de Oliveira me pediu de volta, disse que ia me utilizar. Aí fiz a pré-temporada, joguei uma partida como titular, na outra fui banco e saí no intervalo do clássico contra o Corinthians e nunca mais joguei. Foi um momento em que você não sabe o que acontece no futebol. Aí o Palmeiras fez novas contratações e eu fiquei para trás. Foi nesse momento que acabou minha história no Palmeiras”, disse Maikon Leite ao site Uol Esporte.

“É difícil ficar apontando que faltou diálogo. Joguei um jogo de titular, o outro não joguei e o outro saí no intervalo num clássico contra o Corinthians. Para quem não entende e só vê o jogo e o resultado, eu saí no intervalo, então a culpa é dele [jogador]. Aí depois não joguei mais e fui emprestado. Acabou meu momento no Palmeiras justamente aí”, completou o atacante.

Hoje no Brasiliense, Maikon Leite relembrou suas duas passagens pelo Palmeiras e assumiu sua parte da responsabilidade pelo fim de sua história no clube alviverde, mas acredita que poderia ter dado mais.

“Eu fui do céu ao inferno. O começo foi conturbado. O Palmeiras estava naquela de voltar a ser um clube respeitado, o respeito que tem hoje o Palmeiras não tinha, e estava nesta mudança de direção, e ganhamos a Copa do Brasil. A gente estava no céu, como se diz. Fazia tempo que o Palmeiras não ganhava um título importante, mas, de repente, no Brasileirão, as coisas não iam, e a gente pensando que dava tempo. Aí o Felipão saiu, chegou o Gilson Kleina e respiramos um pouquinho, mas não deu certo e caímos para a Série B. Aí eu fui emprestado, não fui mais o mesmo no Palmeiras”, disse.

“Depois voltei, achei que ia retornar a coisa, mas não aconteceu de novo. Mas tenho certeza que poderia ter dado muito mais no Palmeiras, mas por inúmeras razões da minha parte, da parte de quem está lá, da parte extracampo… cada um tem sua parcela; eu tenho a minha, como todo mundo tem a sua, mas eu poderia ter sido muito mais do que fui”, concluiu.

Felipão

O atacante teve uma história com o atual treinador do Palmeiras. E ele não esconde a admiração pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

“Ele me deu todo suporte possível. Foi ele quem me levou para o Palmeiras, devo muito a ele e respeito muito o trabalho dele. Ganhamos a Copa do Brasil 2012 sem ninguém acreditar e, de repente, no Brasileiro, as coisas não andaram. Antes do final ele saiu, mas não tem nem o que falar, é um orgulho para mim falar que trabalhei com o Felipão”, contou.

LEIA MAIS:

CLÉBER MACHADO FAZ “MERCHAN” SOBRE FLAMENGO NO CHOQUE-REI E É DETONADO POR TORCEDORES NA WEB; VEJA REPERCUSSÃO

Maikon Leite culpa Oswaldo de Oliveira pelo seu fracasso no Palmeiras: “Disse que ia me utilizar” – Torcedores.com.

O Blog contrapontobr.com nasceu de duas necessidades: fortalecer o discurso de direita e ser uma alternativa ao jornalismo ideologizado da grande mídia .
Ficamos lisonjeados com o retorno que temos tido, mas precisamos de sua ajuda. Contribua e nos ajude a manter o site no ar. Clique aqui

Source link

Mais Lidos

To Top