BRASIL

Presidente do COAF minimiza volta do órgão para Economia


Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou a MP com alterações — entre elas, o retorno do COAF para o Ministério da Economia.

A mudança do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) da estrutura do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia não interfere no trabalho do órgão.

A afirmação foi feita, nesta terça-feira (4), pelo presidente do conselho, Roberto Leonel de Oliveira Lima.

“Se vai para a Economia ou Justiça não faz diferença, o que importa é o apoio e fortalecimento do órgão que foi feito nesse início de governo”, disse Lima, durante palestra no Congresso dos Profissionais de PLD-TF do IPLD (Instituto dos Profissionais de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Financiamento do Terrorismo).

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

“A importância de termos ido para a Justiça, ao menos provisoriamente, foi o apoio do ministro Sergio Moro ao fortalecimento do COAF”, acrescentou ele, segundo o UOL.

De acordo com ele, o número de funcionários do COAF passou de 37 servidores no ano passado para 58 neste ano — outros sete estão em treinamento.

“Nosso núcleo de ciência de dados, por exemplo, fundamental para as análises, passou de duas para oito pessoas. Essa estrutura vai ser mantida no Ministério da Economia e é isso que importa”, declarou Lima.



Source link

Mais Lidos

To Top